Primavera Atrasada – Texto de 2009

 

Estou esperando a primavera desde o começo do ano, pensando bem, desde o final de verão de 2004.

Suportei o verão, abracei o outono e continuo congelado no inverno. Haja resistência.

Em todas as estações há o belo, sobre o inverno eu mesmo escrevo e falo de sua beleza há tempos.

Mas há um inverno de alma, aqueles períodos gélidos em nossas histórias onde esquecemos que mesmo na estação mais fria do ano a primavera existe adormecida.

Ainda no inverno passado eu invocava a primavera em tudo o que escrevia.., pessimista diante dos repetidos reveses eu cheguei a apagar uma frase que dizia: A PRIMAVERA VEM AÍ! Uma espécie de revolta pelo atraso dos brotos. Tem hora que cansa esperar.

O que nos faz suportar o florir tardio são as amigas e amigos ou conhecidos sensíveis que de quando em vez nos mandam limpar as nossas janelas.

Os vidros embasados com as marcas do calor que resiste ao inverno terminam mantendo os tempos de frieza dentro de nós.

Vidros limpos também podem nos surpreender.

Que eu consiga limpar as minhas janelas e em seguida abri-las para deixar a primavera entrar.

Recent Posts
Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt

Start typing and press Enter to search